quinta-feira, novembro 12, 2015

UMA MANHÃ QUALQUER...

Café da manhã, hummm!!
Essa é a minha refeição preferida do dia, provavelmente porque estamos praticamente todos reunidos(menos meu marido e a Nina, que já foi para a escola), e costumamos ler as notícias e comentar os fatos mais interessantes. É também o momento em que melhor me alimento, porque eu costumo comer muito de manhã, e incluo frutas, grãos e sucos, o que eu não faço nas outras refeições.
Não tenho o melhor dos humores de manhã, e demoro para "engrenar". Sou meio letárgica, e apesar dos barulhos das crianças (que já não são crianças), gosto de ficar quieta na maioria das vezes.  Apesar de que ultimamente tenho estado um tanto quanto endiabrada, por conta do snapchat. Esses aplicativos acabam por te envolver de alguma maneira misteriosa, e quando você se dá conta está viciada no maldito. "Ainda não fiz um snap hoje? Preciso fazer!!" e acaba virando um mantra, porque afinal há as pessoas que te seguem e que gostam de ver seus vídeos(ou não te seguiriam, certo?), mas ao mesmo tempo é meio chato o "ter que". Por esse motivo, só gravo quando tenho vontade, assim como só escrevo quando acho que tenho assunto, ainda que seja um tanto quanto banal, como esse por exemplo.
Portanto, se você passar por aqui e encontrar postagens não atualizadas, não se espante. Aproveite para dar uma olhada pelo blog, com certeza encontrará algum assunto interessante.

O que ando fazendo: Comprei um livro novo chamado Doctor Who, daquela série da BBC . São 12 histórias divertidas com 12 Doutores e 12 autores diferentes. A questão é que eu quero fazer tudo ao mesmo tempo: ouvir lançamentos de músicas novas como o cd novo da Grimes, assistir minhas séries que são três no momento - House of Cards, How To Get Away With Murder e Arrow - e ainda ler o livro. 
Sim, eu sei...
Mas minha cabeça só funciona assim, loucamente mesmo.
Recebi um convite para fazer um editorial de fotos, o que deve ser divertido, mas não deixa de dar um certo nervoso, porque não sou modelo, e não tenho o menor jeito para fazer poses, minhas fotos são todas projetadas pela minha filha, se dependesse de mim, não teria nenhuma. Mas as oportunidades existem para serem aproveitadas, e a moda sempre esteve muito presente na minha vida, porque como eu já disse, moda não se resume a roupas ou tendência, mas a tudo o que nos rodeia, tudo o que retrata nosso momento, seja através de um estilo, uma música,  um ritmo, um corte de cabelo, enfim, são muitas as variáveis do que podemos classificar como moda, inclusive a própria arte.
E as pessoas que conheci no mundo da moda surgiram assim, de convites inesperados, então vamos deixar acontecer...
Vou voltar a postar algumas crônicas, sinto que faz falta ao blog esse tipo de conteúdo mais específico, assim como eu sei que vocês adoram quando publico algo relacionado a beleza. Mas não ando consumindo muita coisa ultimamente nesse quesito, e gosto de falar sobre aquilo que conheço ou testei. 
Vou dar uma olhada mais apurada nos meus produtos e fazer um compêndio do assunto.

Pensando: Sobre um assunto que conversei com a minha professora de Arte. Um aluno que está matriculado mas que sofre de esquizofrenia. Algo muito triste, e que mexe muito comigo. Todas as pessoas que sofrem de algum tipo de transtorno mental têm esse poder sobre a minha vida. Me inquieto tentando poder ajudar de alguma forma, mesmo sabendo claramente que não detenho essa possibilidade. 
A vida seria mais fácil se pudéssemos desenvolver empatia uns pelos outros, ainda que não tenhamos a chance de alterar coisa alguma na vida de outras pessoas. Os sentimentos e as ideias mudam o mundo.
É nisso em que acredito.
Beijos!



Uma foto publicada por Valéria Proença (@valmais5) em

Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...