segunda-feira, março 04, 2013

ALIENADOS HERDARÃO O REINO DOS CÉUS

Cada vez que ouço sobre um atentado terrorista, me envergonho por ter tido pensamentos tão alienantes a respeito.
É tendencioso no Ocidente chamarmos de fundamentalistas todo e qualquer ato de terror oriundo do Oriente Médio.Todo assassinato realizado por um iraniano por exemplo, no Ocidente é categorizado. O consideramos um terrrorista fundamentalista do Islã, mas se um rapaz entra numa escola e fuzila 20 alunos o retratamos como um indivíduo problemático. Entrevistas com os familiares e perfis psiquiatricos são estudados por profissionais, o caso é dissecado. Trata-se de um indivíduo. Porém, se esse indivíduo for Saudita por exemplo, já se transforma em categoria e é promovido a terrorista fundamentalista.
O Islamismo é a religião que mais cresce no mundo, e principalmente no Ocidente. O termo fundamentalista têm sua origem no cristianismo e foi criado para designar uma série de costumes, tradições, culturas, ou seja, um conjunto de estratégias.
Assisti a uma palestra de Leandro Karnal maravilhosa e esclarecedora a respeito do Fundamentalismo que recomendo à todos que queiram entender um pouco mais a respeito.
O ser humano, diz Karnal, pode matar em nome de Deus, para Deus, contra Deus, a favor de Deus e isso independente da religião que ele ocupe.Para quem acredite que as religiões são as únicas causadoras de todos os conflitos, há o pleno esclarecimento de que todas as maiores atrocidades cometidas no seculo XX foram feitas por países ateus como Rússia e China comunista.Portanto ateísmo e religião não tornam o mundo melhor ou pior, apenas tornam o mundo do jeito que ele é.
Há fundamentalistas em todas as expressões religiosas.Houve momentos em que o fundamentalismo foi mais toletante no Islamismo, outros momentos no Cristianismo, mas está presente em todas as expressões.
Essa diferença entre indivíduo e categoria assola outras ramificações também. O Brasil é um país de mistura, e aliás, não há uma única nação que não seja fruto de misturas, mas tendemos a dizer que todo povo acima do estado do Rio de Janeiro é Bahiano.E isso não é dito por desconhecimento geográfico, mas por cinismo mesmo. Achamos divertido rechaçar as pessoas.
Minha referência pode estar errada, mas creio que foi Arthur Schopenhauer quem disse que o ser humano tem uma natureza cruel.
Não há nada tão antigo no mundo quanto as religiões e a crueldade do ser humano.




Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...