quinta-feira, janeiro 17, 2013

ELOGIO AO DEBOCHE

Tenho um flerte descarado com o deboche.
Demorei um pouco a perceber isso, mas com o passar dos tempos as coisas vão clareando-se. Eu por muito tempo lia qualquer porcaria que caísse nas minhas mãos. Só me encontrei de fato como leitora ao ser apresentada à filosofia.
Foi assim que percebi de vez o meu lugar neste planeta.
Minha retórica heróica deve-se a Kant, Rabelais, Cervantes entre outros tantos.
Hoje estava na rua, sem dormir sei lá a quantas horas, quando formulei esses pensamentos. Desde que comecei meus passos como trabalhadora braçal, contribuinte obrigatória do INSS, usufruindo das benesses do estado, já estava predestinada ao deboche. Comecei minha vida empregatícia como Orientadora Social na Secretaria do Bem Estar Social. Traabalhava com todos os individuos debochados desta república: pretos pobres,catadores de papelão, prostitutas, infratores da extinta Febem, favelados de um modo geral. Me formei numa republica sarrista que adora fazer piada de pretos, pobres, deficientes e velhos.
Enquanto isso, nosso pais vai pro buraco, e o deboche segue o caminbo das minorias e não o inverso.
Segui minha vida sempre pautada por trabalhos lincados nesses agrupamentos.
Não há humor no Brasil.
E antes que me acusem, já esclareço: sou antinacionalista!
Mnha alma beira um pouco entre a alma dos loucos e dos montros.
Ainda acredito que vivemos um regime fascista. Não nos proíbem de dizer coisa alguma, mas nos obrigam a dizer.
As pessoas estão tão comprometidas umas com as outras que simplesmente não podem expôr seus pontos de vista de forma idônea.Todo mundo é amiguinho de alguém.
Eu não sou amiga de ninguém, aliás em matéria de rejeição sou um sucesso, principalmente no trabalho.
Meu princípio é debochar.
Inclusive de mim mesma.
Escrevo pra agradar a minha família e por uma veleidade intectual, que é como todos começam , eu acho.
Encerro com uma frase de Voltaire que diz :" Não posso existir e não existir simultaneamente, sentir e não sentir".
Nossa cultura está acomodada e estagnada numa parceria de cumpadres.
Talvez começar a ler um pouco de Machado de Assis não seja má idéia.


.

Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...