terça-feira, janeiro 29, 2013

AUSÊNCIA

Sinto falta de uma parte que sei que não era minha
uma parte estranha que me acalentava nos momentos felizes
a pior parte que habitava em mim: melancolia

Sinto uma ausencia desmedida a medida que ela se esvai de mim
para nunca mais voltar
como vive um melancólico esvaido?

a felicidade é só uma palavra desconexa na minha vida
um peso morto que eu carregava nos lábios
uma herança maldita

E agora,  que serei eu sem minha melancolia?
Essa "outra " que há por vir irá me tornar menos miserável que sou?
"Preciso de uma âncora, preciso de uma âncora" grita meu cérebro

Rata de laboratório
experimento cietífico
concha largada na areia
Eis o que sou

O vazio.




Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...