domingo, janeiro 27, 2013

A ARTE DE SER IDIOTA

Algumas pessoas parecem ter tomado um ácido e nunca mais voltado.
Digo isso baseando-me em alguns valores - ainda- regressivamente vivenciados.
Por exemplo: quando alguém elabora um discurso ou artigo e refere "homem" ou "mulher" a mim parece um dircurso segmentado. O interessse precisa e deve ser norteado pelas questões humanas e não fisiológico, nem tampouco orgânicas.O nosso interesse precisa considerar o ser humano.
Eu sou muito adepta de bancas de jornal, acho uma diversão ficar lá por horas observando as capas de revistas e tudo o mais. O que me intriga na banca que frequento e sou inclusive peça conhecida, é o interesse tolo, bizarro, e a total falta de dignidade intelectual que assola algumas muheres.
Como ainda podemos ter expostas revistas que trazem na capa matérias incentivando, nós mulheres,  a perder sei lá quantos quilos em dois dias, obter barriga de tanquinho, dieta que a ciclana famosa fez depois da gravidez, e outras tolices mais?
É indispensável a elaboração e vivência ética de conceitos novos.
Eu sou monogâmica e casada porque eu quero. Amo meu marido, cuidar da minha família, fazer manicure, pedicure, cabelo, dieta, tudinho o que uma mulher comum gosta de fazer. A diferença é que eu uso meus neurônios. Acho a mediocridade uma merda. Essa mulherada que vai as bancas e pára pra comprar essas revistinhas factóides ridículas são medíocres.Se alimentam mal e compram uma revistinha de merda que promete deixar com barriga tanquinho???
Porque eu chamo isso de merda? Oras, porque é um embuste!
É uma ditadura e uma caretice achar que mulher gostosa tem que ser magra ou ter bundão, peitão...
Eu me potencializo nos acordos que faço comigo mesma.Então,  a minha fidelidade é um acordo, minha terapia é um acordo necessário a minha saúde, olhar pras minhas dificuldades é um ato generoso comigo,  e por último, até minhas batalhas contra minhas medicações estão nas cláusulas de meus acordos.
Isso me impulsiona a ter um olhar mais reflexivo.
E educado.
Educar o olhar é muito importate,assim como o ouvido.
Fora disso, somos apenas tolos consumistas, ou suicidas como prefiro, dissecando a palavra.

Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...