segunda-feira, setembro 03, 2012

"MANO, NEM TE CONTO!!!"

"Mano, as menina lá do meu trabalho tá tudo estudando pra passar na Fuvest, elas só tem o domingo pra ter folgamento."
Essa frase deveras interessante, foi dita por uma menina dentro do metrô.
Eu não sei o que anda acontecendo com os jovens, mas andam todos esfomeados por vogais e consoantes. E como não bastasse destruir toda a estrutura gramatical das frases, eis que as meninas resolveram "inovar" e tratar os colegas por mano. Hoje no metrô ao ver essa menina especificamente,  mascando seu chiclete de boca aberta e, não satisfeita em assassinar o português, ainda chamar seu amigo por "mano isso e mano aquilo" o tempo todo, precisei conter o impulso de jogá-la pra fora do vagão.
O cabelo era todo moderno, cheio de tranças hermeticamente coladas no couro cabeludo e decoradas com fitilhas cor de rosa. Usava um tênis da moda, colorido, e aparentemente caro pela marca estampada.
Custava falar direito??
Ao invés de adornar apenas o couro cabeludo, não dava pra alimentar o cérebro também?
Já é bastante horripilante ouvir os meninos chamando os amigos de "véio" e "mano". São tão populares que é capaz de um pai desavisado batizar o filho de Véio da Silva, ou Mano de Souza.
E as meninas, empolgadas que são, gostaram do negócio e aderiram plenamente as três modalidades mortíferas: devoram os "s" das frases, assassinam a gramática e agora também generalizaram o povo todo de mano e véio.
Meninas, por favor, ouçam uma véia. NÃO queiram se igualar aos meninos.
Eles não fazem as unhas, não usam batom,  hidratante e o mais importante, só sabem ler a página de esportes do jornal.
Desafie um menino a listar os últimos livros que leu e ele vai dizer " Ahhh, fácil. O álbum da copa de 94 e 2002!!" Percebe?
Eles são capazes de citar a escalação de seus times de dez anos atrás, e até o do arquirrival. Mas não ouse perguntar sobre filmes como " Razão e Sensibilidade" ou " O Pianista", tão divulgados (pra ser legal e  facilitar), porque eles sempre irão considerar "Rambo 55 mil " um clássico,  e Chuck Norris o maior ator de todos os tempos.
Deu pra entender?
Não afrouxem a sua feminilidade, falem corretamente, na falta de um lanchinho não comam os "s" , façam um miojo e por favor, vamos abolir os mano e os véio.
Surgirão muitos Clayton, Carlos e Eduardos, mas mano e véio nunca mais!!






Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...