terça-feira, outubro 18, 2011

NÃO RESPONDA

Eu já disse por aqui mesmo que tenho quatro gatos. Nenhum deles tem uma raça definida, ou seja, nenhum deles tem sangue azul, tipo gato bacana, são todos vagabundos mesmo.No sentido bem literal da palavra, até porque vivem pra comer e dormir.
O que nos causa uma baita inveja.

Mas meus gatos são bacana pacas. Eles adoram uma bolinha, uma linha, ou qualquer outra coisa que se arraste.Ficam doidões correndo pra lá e pra cá. Ou seja, fazemos os gatos de besta e eles ainda se divertem. Toda vez que sento no sofá meu gato mor Mustaphá salta e se aloja no meu colo. Na verdade, ele é um grande interesseiro e se aninha no colo de qualquer um que lhe um pedaço de chocolate, frango ou salsicha.

Existe gente que curte todo tipo de animal, e alguns eu sinceramente não entendo, mas nem por isso meto o bedelho na vida animal alheia.Cada macaco no seu galho.
Sendo assim, antes de exalar conhecimentos sobre o que quer que seja, por favor, vamos repensar!.Uma declaração impensada dita por alguém, digamos, famosão, pode contribuir para o extermínio de toda uma espécie.

Achei meio bobagem a declaração do Padre Marcelo sobre os gatos, e olha que eu até gosto dele.Mas dizer que esse ou aquele animal é traiçoeiro é um pouco demais, até para um padre.
Alguém pode me dizer aonde ele estava com a cabeça meu deus do céu, ao dizer uma coisa dessas??
Engraçado isso: tivesse sido dito por qualquer outro, não teria repercutido tão mal, mas uma pessoa com ligação direta com o divino opinar dessa maneira sobre uma espécie do reino animal, justo quando a gente bem sabe o que um ser dito humano é capaz de fazer...

Não quero posar de a louca que condenou o padre Marcelo, mas que não me agradou nadinha a declaração infeliz, não me agradou.
Meus gatos também não gostaram.



Imagem: Reprodução

Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...