quarta-feira, março 30, 2011

QUERO SER ELKE

Quando ficar mais velha quero ser completamente Elke Maravilha.
Quero usar perucas e brilhos e acima de tudo, quero rir muito.
Vou recitar poemas em várias línguas e impressionar Dostoiesvski com meu total despojamento.
Se alguém virar o pescoço quando eu passar, vou achar ótimo e imaginar que servirei de exemplo libertador: "mulheres libertem-se de todos os conceitos pré existentes e sigam apenas seus instintos, use apenas o que te define!", vai ser - parafraseando amigos modernos- incrível.
Não me preocuparei mais em combinar preto com branco, azul com marrom ou vermelho com nude.Vou usar tudo ao mesmo tempo, e acrescentarei chapéus e lenços coloridos na cabeça.
Vou usar cílios postiços gigantes com sombras coloridas e vou fumar vários cigarros de nicotina.
Chega de ser ecologicamente, tecnicamente, politicamente e todos os "mente" que existem correta, vou me jogar na bagaça.
Estou pensando em raspar a cabeça e só usar perucas, vai ser muito mais divertido e não precisarei me preocupar mais com a maldita raíz branca do cabelo que cresce, cresce, cresce...
Não vou frequentar qualquer esquina meu bem porque " sou velha mas não sou lixo", e concluindo, quero ser muito gay porque "gay não diminui nunca, sempre soma ou multiplica.Pode até errar, mas erra para mais".
Definitivamente, quero ser Elke.





QUERO SER NEY MATOGROSSO


Para não enjoar, resolvi que vou ser Elke nos dias pares e Ney Matogrosso nos dias ímpares.
Aliás, o Ney disse uma frase incrível (eu agora só vou falar incrível.Incrível isso, incrível aquilo..), "Não uso creminho pra pele.O segredo para eu me manter bem é muito rock'n rol e estar apaixonado".
Tá bom meu bem??
É por isso que aqui em casa é só rock, muito amor e pele perfeita.



Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...