quinta-feira, janeiro 13, 2011

EU SOU INSIGNIFICANTE....E VOCÊ TAMBÉM!

Olá meninos e meninas.
Esta madrugada estava no trabalho quando resolvi dar uma respirada e ir até a janela.
Já fui até essa janela um sem número de vezes, e sinceramente a vista de lá não é grande coisa, mas o fato é que nesta madrugada tive uma espécie de insight que, imagino, os caras que tomam o Daime devem ter as vezes.
Fiquei pensando que se eu fosse um foguete e atravessasse aquele manto escuro chamado céu, chegaria no espaço, e quando eu chegasse lá e olhasse pra terra ia achar tudo isso aqui tão insignificante que o elogio máximo que conseguira fazer pra mim seria "ridícula e prosaica", e isso sendo muito generosa.
Se você imaginar o espaço e conseguir visualizar a terra vai se enxergar assim também.
Sabe o que significam nossos apegos, nossas implicâncias, nossas manias, nossas buscas de  "ser e ter"?
Significam coisa alguma.
NÓS não significamos coisa alguma.
Ficamos encanados em trabalhar escravamente, poupar doentemente e plagiamos uma vida plastificada para conquistar estabilidade, conforto e segurança no futuro, não é assim que funciona?
Quantas vezes você viu o pôr do sol ou curtiu o céu poluído a noite com alguém que você ama?
Agora, você já parou pra imaginar quantos asteróides estão de bobeira no universo? Nem precisa ir tão longe.
Olha o efeito causado pelas catástrofes naturais - tantas pessoas orfãs em diferentes cidades, inclusive aqui mesmo.
Nós não temos controle sobre absolutamente nada nesta vida, mas podemos ter controle de nossos desejos e de nossos pensamentos.
Se eu fosse um foguete e cruzasse o manto azul escuro, não conseguiria distinguir lá de cima os advogados dos garis, ou os médicos dos franciscanos, eu veria um monte de pontinhos andantes, e se eu pudesse ouvir suas lamentações e aspirações aproveitaria a intimidade com o cosmos e pediria que me tornasse surda.
Nós somos muito chatos.E imbecis também.
Me diga se não é um imbecil a pessoa que prefere ficar trancada em casa em um domingo a tarde vendo outro imbecil na tv, à preferir sair pra caminhar e chupar um picolé?
Não é um imbecil a pessoa que passa a vida inteira se restringindo a comer um trivial pra poupar dinheiro e depois gastar tudo o que poupou em remédios?
E o que dizer da pessoa que guarda pra "curtir a velhice" , cai na rua, bate a cabeça no meio fio e morre jovem num corredor do SUS sem nunca ter se permitido sequer pegar um ônibus pra ir até uma cidadezinha qualquer só pelo prazer de viajar?
Imbecil três vezes.
Não estou fazendo apologia hippie, até porque os caras viraram todos capitalistas engravatados, mas alertando sobre o óbvio: estamos só comendo, respirando, dormindo e acordando.Alguns amanhã, inclusive, nem vão acordar mais.
Então vamos descabelar vez ou outra enquanto estamos por aqui e olhar pras pessoas enxergando-as exatamente como somos: gente que come, usa o banheiro, ri, chora, ama, e é ridículo também, mas ainda dá tempo pra deixar de ser imbecil.
Mas tem que ser hoje, vai que amanhã você não acorda...






Foto: A Terra vista de Mercúrio.( consegue se enxergar?)

Você pode gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...